Conheça a história do Futebol Society no Brasil

O futebol, tão venerado pelos torcedores brasileiros, acabou dando origem a outras modalidades. Dos campos de várzea, o desporto ganhou espaço nas arenas fechadas, sendo chamado de futebol society. A grama sintética para campo de futebol society é um dos grandes atrativos para quem valoriza o toque de bola e a agilidade em campo.

Grama Sintética para campo de futebol

Neste artigo, vamos saber mais a fundo sobre como começou a história do Futebol Society no Brasil!

Futebol Society em Campo de Grama Sintética: como tudo começou

Alguns apontamentos históricos relatam que o futebol society nasceu na década de 50, nos quintais de casarões do tradicional bairro da Tijuca (RJ). Os campos mediam  apenas 25x50m², o que exigia que as regras fossem adaptadas à área menor.  

Os jogadores cobravam faltas diretas de seu próprio campo e não havia impedimento. A partir de 1981, os cariocas implementaram uma entidade estadual com a finalidade de organizar o futebol society, mantendo as mesmas regras originais.

No entanto, Rio Grande do Sul, o movimento “Futebol Sete” foi iniciado simultaneamente, gerando uma polêmica sobre qual seria a verdadeira origem dessa modalidade do futebol de campo.

Expansão dos campos de Grama Sintética para Futebol Society

Ao longos dos anos,  a modalidade society se expandiu e conquistou público em outros estados no Brasil. Uma das razões foi o fechamento dos campos de várzea, que demandavam mais cuidados e ocupavam muito espaço.

Por outro lado,  o campo society com grama sintética apresentava muitas vantagens: campo menor com melhor qualidade de gramado para as partidas.

O futebol society somente foi oficializado em 1996, após a fundação da Confederação Brasileira de Futebol 7 Society, que abrangia as federações de São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Ceará e Piauí.

Futebol Society: novas regras, nova estrutura em campos de Grama Sintética

Os campos de areia que marcaram bons tempos do futebol foram sendo substituídos pelos de grama sintética no decorrer do tempo. As regras da modalidade sofreram alterações, assim como a estrutura oferecida para a prática esportiva.

De acordo com a Confederação Brasileira de Futebol 7 Society, atualmente há mais de 30 mil atletas registrados e 12 milhões de adeptos ao futebol society no Brasil.

Os mais de 4 mil campos disponíveis em todo o território nacional são revestidos com grama sintética moderna e desenvolvida com tecnologia de ponta.

Alguns desses campos contam com soluções proporcionadas pela Sportlink, especialista na fabricação e manutenção de grama sintética para futebol society, hóquei e outros esportes praticados em campos fechados.

Entre em contato com a Sportlink!

Pensando em investir em grama sintética para campos de futebol particulares? Fale com a equipe da Sportlink! Temos as melhores soluções de gramado sintético para o seu projeto!

 

 

 

Conheça a história do Futebol Society no Brasil
Avalie essa postagem
Conheça a história do Futebol Society no Brasil