Conheça um pouco sobre o certificado de qualidade da Grama Sintética padrão FIFA

Muitos estádios de futebol no Brasil e no mundo utilizam grama sintética esportiva. Dentre alguns exemplos estão o Arena da Baixada, estádio do Atlético-PR, e o CenturyLink Field (casa do Seattle Seahawks), nos Estados Unidos.  

Além desses, muitos outros estádios optaram pelo uso da grama sintética, que oferece muitas vantagens. No entanto, a instalação da grama sintética esportiva deve receber o certificado da FIFA, que atesta o padrão de qualidade do piso.  

O certificado deve ser renovado anualmente, e tem algumas exigências, que vamos conhecer neste artigo da Sportlink!

Quais são as exigências da FIFA em relação ao uso da Grama Sintética Esportiva?

Toda a estrutura dentro dos estádios de futebol é projetada para oferecer segurança, conforto e uma boa performance aos atletas e torcedores. 

Em relação ao gramado, uma das principais exigências da FIFA é que a grama sintética receba os devidos cuidados. 

Logo, isso inclui a manutenção periódica e eficaz do revestimento. O objetivo é o gramado sintético forneça as mesmas características de similaridade com os gramados naturais mais perfeitos. 

Além disso, a FIFA faz ressalvas também sobre a escolha do tipo de gramado utilizado nos campos. De acordo com a federação esportiva, a seleção da grama sintética depende da “compatibilidade do produto com o local pretendido e dos requisitos do construtor”.

Atualmente, os pisos fabricados contam com fibras múltiplas ou monofilamentares, utilizando polietileno (PE) e a poliamida (PA) na fabricação. De fato, esses materiais proporcionam um revestimento mais firme, durável e flexível. 

Outras especificações da FIFA sobre a Grama Sintética Esportiva 

De acordo com a FIFA, o gramado sintético só pode ser instalado seguindo as regulamentações de construção do estádio. 

As condições locais de instalação também devem ser analisadas e respeitadas à risca. 

Assim, é importante que os clubes contem com a consultoria de arquitetos ou engenheiros para remodelar o gramado e demais instalações esportivas. 

Além disso, a FIFA também sugere que os fabricantes de gramado sintético ofereçam suporte e informações essenciais quanto à escolha do tipo adequado de gramado. 

Gramado passa por testes

Para liberar a certificação, a FIFA exige que sejam feitos testes no gramado, comprovando sua qualidade. 

Então, nesse teste, uma pequena amostra da grama sintética é avaliada em laboratório. Assim, todas as suas características são colocadas à prova, como resistência, permeabilidade, etc.  

Todos esses procedimentos são essenciais na garantia de uso de um gramado desenvolvido de forma padronizada e com tecnologia de ponta. 

Os produtos da Sportlink, por exemplo, já receberam o certificado FIFA, o que atesta a qualidade dos gramados fabricados pela nossa empresa.

Para conhecer nossa soluções e projetos de instalação e manutenção de gramado sintético, fale com a nossa equipe!

 

Conheça um pouco sobre o certificado de qualidade da Grama Sintética padrão FIFA
WhatsApp Fale Conosco!