Grama Sintética para Golfe: durabilidade e qualidade no esporte

Sabemos que a prática de Golfe ainda não é comum no Brasil, o esporte vem ganhando praticantes aos poucos e conquistando seu espaço. Com a lenta disseminação do esporte, muitos questionamentos começam a surgir, desde seu surgimento até regras e peculiaridades.

Grama Sintética para Golfe (2)

Confira algumas curiosidades sobre esse esporte tão pouco conhecido!

Não existem campos de golfe iguais no mundo

Cada campo de golfe tem suas particularidades, seja a distância de um buraco para outro, lagos estrategicamente posicionados, pequenos morros e muitos outros obstáculos que aumentam a dificuldade das partidas, nenhum campo de golfe é igual a outro.

 

Existem mais de 100 campos de golfe no Brasil

Além disso, já são mais de 25 mil praticantes do esporte no Brasil. Dentre eles, celebridades como o narrador Galvão Bueno, a ginasta olímpica Daiane dos Santos e o competidor de fórmula 1 Rubinho Barrichello.

 

Quem pode praticar?

É comum imaginar homens mais velhos jogando golfe, estamos acostumados a ver esse estereótipo nos filmes americanos, porém a prática de golfe pode ser iniciada desde criança, sempre respeitando suas limitações.

Nessa época, os treinos são menos teóricos e mais divertidos, o uso de bolas coloridas e brincadeiras devem ser usadas, despertando curiosidade e vontade de conhecer ainda mais sobre o esporte.

Conforme o crescimento, os ensinamentos passam a ser mais teóricos e acompanham o desenvolvimento físico de cada pessoa.

 

O primeiro Hole in One foi conquistado por uma mulher

As mulheres só começaram a praticar o esporte em 1944. Sue Press foi a primeira pessoa a fazer um Hole in One, ato de encaixar uma bola com apenas uma tacada. Até então nenhum outro homem havia conseguido esse feito.

 

As gramas dos campos de golfe são diferentes das de futebol e tênis

Isso acontece porque cada esporte exige uma velocidade e resistência de campo diferentes. A altura do corte da grama também influencia no jogo.

Os campos de golfe, por exemplo, necessitam de uma resistência grande às tacadas dos golfistas, que podem usar até 14 tipos de tacos diferentes em uma partida. Além disso, os carros de golfe, os pinos e toda a movimentação de jogo, que pode durar dias, exigem uma resistência maior do gramado.

 

Muitos clubes brasileiros já adotaram a Grama Sintética para golfe à grama natural

A qualidade do solo é um fator determinante para o sucesso de uma partida, o campo deve estar sempre bem tratado, com grama cortada e cuidada adequadamente. A manutenção diária é um dos fatores que eleva o valor do aluguel para uma partida de golfe.

O gramado sintético para golfe apresenta vantagens em resistência, manutenção e drenagem, uma vez que a grama sintética foi feita para aguentar situações de jogo mais adversas, além de oferecer qualidade e naturalidade durante o jogo. Sua manutenção é mínima, aguentando o uso intenso todos os dias do ano.

 

Quer saber mais sobre Grama Sintética? Conheça a Sportlink!

Somos especialistas na criação, desenvolvimento e manutenção de gramados sintéticos para diversos esportes.

Prezando sempre pela qualidade e buscando entender as necessidades dos nossos clientes, desenvolvemos gramados sintéticos capazes de aguentar o uso moderado a extremo todos os dias do ano.

Entre em contato conosco e nos conte sua necessidade, nós temos a Grama Sintética ideal para você!

Grama Sintética para Golfe: durabilidade e qualidade no esporte
Avalie essa postagem
Grama Sintética para Golfe: durabilidade e qualidade no esporte